Dicas: Como montar seu Plano de Negócio sobre Loja de Games

22/06/2018
Autor: Leonardo Martelli


E ai pessoal, abrir uma empresa de games no brasil é um desafio. Com uma indústria considerada jovem, há dificuldades em encontrar apoio e suporte. No entanto, exatamente por ser uma indústria nova, há oportunidades únicas a serem exploradas.

Os profissionais e empreendedores da área também são jovens, têm entre 18 e 40 anos, e são consumidores de jogos, segundo dados da ABRAGAMES (Associação Brasileira dos Desenvolvedores de Jogos Digitais). Porém, a vontade de trabalhar com algo que os divertem nas horas vagas pode trazer decepção para quem não enxergar o game como negócio.

Para montar uma loja de vídeo games, o empresário deve estar atento aos últimos lançamentos do mercado, até porque os consumidores estão sempre em busca de novidades.
Entrar neste ramo sem gostar ou entender de games, com certeza será um tiro no escuro e as chances de sucesso, mínimas. Portanto, se informe sobre as novidades e passe para o cliente todas as características do game, suas informações tecnológicas e até artísticas.

Conhecimento é poder e todos nós sabemos disso, portanto, segue algumas dicas de como montar seu Plano de Negócio e ter uma Loja de Vídeos Games.

1- Localização da sua loja
Como um shopping tem um bom movimento e um fluxo de pessoas que podem ser o público-alvo para uma loja de vídeo games, então situar a loja em um shopping seria uma boa opção.
Mas antes de abrir, pesquise a melhor localização, certifique-se de que a pesquisa será realizada de acordo com a estratégia mercadológica, ou seja, a loja deverá encontrar um local em que será frequentado pelo seu público-alvo, que são crianças, jovens e adultos.
Certifique-se também quanto á renda local, pois os consumidores de vídeo games super avançados têm uma renda de média para alta.

2 - Layout da loja
Invista em um layout moderno e ao mesmo tempo em que deixe a vista os lançamentos principais e aqueles games que o empresário tem a necessidade de vender primeiro em sua loja de vídeo games.
Decore a loja de modo que ela fique moderna e agradável à frequência do seu público alvo.

3 - Tendências de mercado
As lojas de vídeo games poderão encontrar um terreno fértil no solo da internet, uma vez que os aficionados por games representam o público-alvo que mais acessam a rede mundial de computadores a procura de novidades em games e obter o melhor desempenho nos jogos e, assim, consumirão também os games e seus acessórios.

4 – Loja virtual e física
Lembre-se: A internet é a casa para quem é apaixonado por games.
A sua loja de vídeo games poderá centralizar os seus negócios em uma loja física e ao mesmo tempo virtualmente. Pois diversificar o canal de vendas pode ser uma boa estratégia para o empresário de games, principalmente que hoje em dia, há tantos sites de hospedagem de lojas virtual gratuitas que são o suficiente para você começar a investir em mais de um canal de vendas.




5 – Os Fornecedores
A indústria de games é formado pelos segmentos de quatro setores: hardware, software, infraestrutura e a tecnologia. Conhecendo todos esses aspectos, o empresário entenderá melhor o ramo em que atua e quais as características dos fabricantes.
É necessário conhecer bem os produtos e tendências, para assim escolher os melhores fornecedores de todos os setores da sua loja de vídeo games.
O distribuidor que fornecerá os games deverá ter marcas como: a Nintendo, a Sony, Microsoft entre outras.

6 – Funcionários: sua equipe
Selecione pessoas que sejam capazes de conhecer o produto e explicá-lo para o cliente. O game se vende sozinho, pois o público-alvo sabe o quer, resta ao vendedor a tarefa de explicar quais as características e vantagens de cada game, porque ele é interessante e até algumas dicas de uso.
Não contrate vendedores para a sua loja de vídeo games, mas consultores de games, que entendem e gostem dos jogos.

7 - Produtos oferecidos
Os games são compostos por computadores, consoles e consoles handheld (portáteis). É importante que os empresários conheçam a maioria dos componentes dos games, assim também como os produtos que podem ser substituídos e os acessórios para seu uso. Ter uma variedade de produtos em sua loja, é essencial.

8 – Ter uma boa Estratégia
O importante é que o empreendedor conheça o produto, o seu público-alvo e o mercado em que atua, pois só assim conseguirá comparar o seu negócio com outros do mesmo segmento, podendo assim se preparar e elaborar estratégias de inovação.
Mas para uma análise de estratégia, mas apurada, é sempre bom procurar uma empresa especializada.

9 - O Marketing
Para fazer um marketing eficaz para a sua loja é necessário utilizar os canais de comunicação mais acessados pelo público-alvo. Divulgue a loja com anúncios, folders, panfletos e ainda participar de fóruns na internet, blog e em redes sociais, ou seja, estabeleça espaços onde possa ser visualizado e apresentar as vantagens da loja.

10 - Preços dos produtos
O preço dos produtos é estabelecido de acordo com os custos das mercadorias e outros custos como taxas que o empresário paga por motivo de estar localizado no shopping e outras taxas possíveis. O público-alvo para as vendas de vídeo games é sensível mais aos produtos do que aos preços, o que poderá relacionar o negócio com outros fatores para obtenção de lucros que não seja o preço. Mas de qualquer forma, o estudo dos preços é necessário para obtenção da margem de lucro. Calcule bem seus custos e despesas, só assim conseguira ter uma boa gestão financeira gerador de lucro.




11 - Margem de lucro
A margem de contribuição do produto é necessária para o estudo da decisão do administrador quanto aos custos e preços da loja de vídeo games.
A margem é calculada pela diferença entre custos variáveis diretos unitários e preço de venda unitário. Pela equação também é possível saber se os custos indiretos têm uma representação maior ou menor nos custos totais e assim também qual a representação desses custos no lucro.
Ao final chega-se a uma equação:
Preço de venda = custo direto + despesa direta + margem de contribuição
Por essa equação é possível não descobrir o preço ideal, como também medir o que seria melhor para obter lucro, diminuir ou aumentar preço, diminuir ou estabelecer custo.

12 - Organização do processo produtivo
Para montar uma loja de vídeo games é necessário organizar sua estrutura de vendas com automação dos processos com software fiscal, comercial e ainda que possua controle de estoques. Um software financeiro também deve ser agregado ao negócio.
Informatizar o processo de vendas, recebimento e contas a pagar será essencial para ter uma ótima gestão, atender mais rápido, com maior eficiência e ainda obter um maior controle na gestão de produtos, estoques e rentabilidade.

Bom pessoal, essas foram nossas dicas, se seguirem esses passos, já poderão abrir seu próprio negócio e começar a ganhar dinheiro.
Mas se precisarem de ajuda na criação do seu Plano de Negócio ou na Analise estratégica, o Grupo E.L.A.N.E esta a disposição pra ajuda-los.

Até a próxima.

Comentários

Postagens mais vistas

Como foi 1° Dia de Brasil Game Show (Imprensa) ?

Dicas de filmes sobre empreendedorismo – Parte II

ROCKFEST, o verdadeiro festival de Rock ‘N’ Roll!

M.G.: Marvel's Avengers - Novo Game da Square Enix

FILMES: VENTOS DA LIBERDADE