Gestão de Risco



Boa noite internautas... como está do lado dai?

Hoje vamos falar sobre Gestão do risco.

Vocês sabem o que é Gestão de Risco?


Gestão de risco é a adoção de medidas e políticas que busquem o equilíbrio entre riscos e custos. Comporta os processos de planejamento, organização, direção e controle dos recursos da empresa.
É extremamente importante também em ocasiões onde serão tomadas decisões de investimentos. Estes se tornam mais seguros com um bom cálculo dos seus riscos e medidas. Geralmente a gestão de risco compreende os riscos financeiros das empresas, mas atualmente passou-se a englobar também aos riscos operacionais, muito relacionados à Tecnologia da informação.
Isso porque falhas ou violações nas informações provocam sérias perdas e crises de negócio. O responsável pela gestão de risco de uma empresa deve planejar e acompanhar todos os processos, intermediá-los e oferecer caminhos e conselhos.

Ele deve também, na impossibilidade de impedir uma crise, amenizar seus efeitos. Vale lembrar também que a gestão de risco pode englobar outras áreas como transporte, saúde, educação, logística, segurança, entre outras até no seu investimento pessoal.

É necessário entender que o risco está associado a tudo o que envolve a nossa vida (acidentes, doenças, etc.). Também os investimentos têm um risco associado. O valor deste risco pode ser medido, e normalmente quanto maior é o risco maior também é o lucro potencial.
Tomando como exemplo um depósito bancário, podemos dizer que o risco associado é baixo, logo também o retorno ou lucro é baixo.
Quando falamos de investimentos em que somos nós a fazer a gestão (a negociação), aí temos de saber gerir o risco. Esta gestão do risco é válida seja para investimentos na Bolsa, em Forex, em Opções Binárias ou qualquer outro instrumento financeiro.

O fundamento base da gestão do risco é compreendermos e avaliarmos o seguinte:
  • Qual o valor da minha carteira/investimento;
  • Qual a percentagem da minha carteira/investimento que deve estar exposta, ou em risco em cada negociação;
  • No caso de existência de parâmetros de Stop Loss, onde devem estar colocados;
  • Qual a alavancagem que uso.

No caso das Opções Binárias e Forex, a gestão do risco acaba por ser mais simples pois apenas temos de calcular qual o valor a investir, tendo em conta o valor da nossa carteira.
Se por exemplo estivéssemos a negociar em FOREX, teríamos de ter em conta Stop Loss e Alavancagem, para além do valor do PIP, etc.

Tendo em conta o valor da minha carteira devo calcular a negociação da seguinte forma:
  1.  Traders Experientes – Cada operação deve valer entre 3% a 10% da carteira. Se tenho uma conta de $500 cada operação deve ser no valor de $15 a $50.
  2.  Traders Inexperientes – Cada operação deve valer 1%  ou  3% da carteira. Se tenho uma conta de $500 cada operação deve ser no valor de $5 ou $15.

É por esta razão que é importante fazer um primeiro depósito e procurar corretora que dão Bônus. Este bônus irá dar-lhe um valor extra na carteira que lhe ajudará a melhor fazer a sua Gestão do Risco. Quase todas  corretoras oferecem este bônus inicial. À medida que um operador vai aprendendo e ganhando experiência pode ir aumentando o valor das ordens, pois as tendências de ordens em perda serão menores. Uma das razões da Gestão do Risco é evitar a perda total da conta.
Imagine que você é um negociador / trader inexperiente e que tem uma conta de $100. Imagine ainda que cada ordem que coloca tem um valor de $25. Isto significa que se perder 4 ordens consecutivas ficará sem dinheiro. Não é normal que possa perder tantas ordens de seguida, mas pode acontecer.
Aqui a ideia é saber quantas vezes eu posso perder sem colocar a conta em risco, pensando que quanto mais inexperiente eu for, maior a probabilidade de eu perder negociações.
Claro que um menor risco, implica um menor lucro. 

Muitas das pessoas que reclamam das Opções Binárias, do FOREX, ou mesmo de investimentos na Bolsa, é porque perderam o seu dinheiro, e em muitos destes casos foi uma incorreta gestão do risco que levou a que as contas entrassem rapidamente em descontrolo. É muito fácil depois disso ficarmos com medo e aí já não conseguimos fazer as coisas de forma racional, levando normalmente a perder o restante de forma rápida. E claro, é mais simples depois dizer que é tudo um esquema ou uma fraude do que admitir que as emoções e uma má gestão do risco é que nos tramaram!

Bom fica uma dica minha, se perder de 3 a 4 negociações seguidas pare e não negocie mais. Analise as negociações perdidas. Verifique se a sua estratégia ou se necessitar procure algum assessor financeiro. E opere só no outro dia.

Autor: Eddie

Comentários

Postagens mais vistas

Dicas de filmes sobre empreendedorismo – Parte II

ROCKFEST, o verdadeiro festival de Rock ‘N’ Roll!

M.G.: Marvel's Avengers - Novo Game da Square Enix

FILMES: VENTOS DA LIBERDADE

Unboxing E.L.A.N.E. #01