Jogo Ghost of Tsushima

Autor: Eddie


Algumas semanas atrás eu perguntei para quem jogou Ghost of Tsushima o que tinham achado, comentei também que seria meu último jogo antes do lançamento Tales Of Arisa. 

Mas decidi vir escrever um artigo sobre o jogo... Mas ja quero avisar para quem não jogou que **NÃO TERÁ SPOILERS**, gosto de escrever sobre minha experiência mas também preservar a experiência dos que não jogaram.

Desde muito pequeno eu aprendi que só posso opinar sobre algo que eu conheço, joguei, tive contato, experimentei, jamais serei jogador de YouTube que tece opiniões apenas assistindo aos outros jogando, outro pronto importante é o nível de opiniões rasas sobre um jogo, a maioria sabe apenas dizer sobre gráficos, jogabilidade e que a história é legal.


Ghost of Tsushima é uma obra de arte, um jogo que vai muito além de uma guerra entre Mongolianos e Japoneses, muito além de cenários lindos e jogabilidade. Um jogo que quando jogado com um olhar mais atento pode nos ensinar lições de vida, lições que podem mudar nossa percepção de vida.



Desde muito pequeno, eu me apaixonei por jogos com temáticas adultas, jogos que tinham um outro lado além da diversão, Resident Evil 1 por exemplo o que mais me chamou atenção na época foi a traição do Wesker, assim como em Metal Gear e sobre a temática de espionagem e conflitos internacionais. Eu sempre gostei de fazer parte da história, de sentir a história, RPG pra mim é vida.


Controlando Jin Sakai é impossível você não se sentir imerso a uma história recheada de conflitos internos, morais e de amizade, ao longo da jornada, Jin vai se conectando com outros personagens que também estão em conflito, que a cada ato do jogo colocam em dúvida seus ideais e até pelo que lutam. O final pode ser clichê, mas nos faz pensar também na nossa história, com quem lutamos todos os dias?

Será que existe um inimigo?

As vezes tratamos nosso chefe como inimigo, nosso vizinho, aquele amigo que nos traiu, a ficção sempre imita a vida real, parece que sem um inimigo comum a vida perde a graça.


Gostaria de deixar a reflexão para você aqui.


Será que existe mesmo um inimigo ou nós que criamos isso na nossa cabeça?


Por toda a história de Ghost of Tsushima, fica evidente que o nosso maior inimigo somos nós mesmos.


Se você não jogou, jogue. Não irá se arrepender!




___________________________________________________________________________
@erosnerd

Comentários

  1. cara eu nao tinha jogado, mas agora eu quero jogar, me fez querer conhecer.

    ResponderExcluir
  2. Tem pro xbox? Tem algum parceiro de loja?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tem somente para PS4.
      Temos a Connecting Eletronicos, o WhatsApp é +55 11 98132-0189 e o Instagram é @conectando.eletronicos

      Excluir
  3. Léo faz um podcast falando sobre filmes ou jogos tematicos assim da era antiga ou faroeste ou templarios ou japanese

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais vistas

FILME: JUNGLE CRUISE

FILME: Sobrevivente primitivo - Com Hazen Audel

Quem é você Alaska? - Nova minissérie da HBO

ErosCast - WandaVision #EP09