M.G.: Anásile DarkSiders 3


30/01/2019
AUTOR: RCHAVES



Análise
Darksiders 3
Lançamento: 27/11/2018
Plataformas: PS4, Xbox One e PC
Desenvolvedora:  Gunfire Games
Publicadora: THQ Nordic
Áudio: Inglês
Legendas: Português

O Retorno para alegrias dos novos e antigos fãs.
A serie Darksiders nasceu na geração passada para PS3 e Xbox 360 com Darksiders 1 e 2 onde  saiu bem nas criticas tanto na imprensa como pelo jogadores,  a galera aguardava por uma continuação, mas por conta da falência da THQ, o futuro para a serie estava incerto, porém graças a compra da THQ que hoje se tornou THQ Nordic a esperança foi renovada e assim como foi para série Metro, onde produziram  Metro 2033 e Metro Last Light que faziam  parte da antiga empresa e devido a aquisição será lançado  o novo jogo da série Metro com o mais novo e reformulado Metro Exodus.


História
O enredo se passa entre os jogos anteriores Darksiders 1 e 2 onde um dos 4 cavaleiros do Apocalipse, Amazona Cólera no inglês chamado de Fury, é convocada a ir até o conselho onde um dos seus irmãos cavaleiros do Apocalipse esta preso chamado Guerra, ele pede para ela não confiar no conselho e investigar o que estão tramando, o conselho promete poder e que ela lidere seus irmãos, mas terá que cumprir a missão de capturar os 7 pecados capitais e assim inicia a jornada.


Personagem
Colera (Furia) é uma mulher destemida e sem muita simpatia no começo de sua jornada, seu amor é pelo seu cavalo que acompanha durante suas aventuras, pois não gosta dos humanos mas com o passar do tempo devido alguns acontecimentos Colera (Furia) irá fazer mudar o seu rumo, fazendo o jogador começar a ter mais carisma pelo personagem, devido a Furia começar a ter respeito pelos humanos devido a determinação deles durante um cenário Apocalíptico, além de outras motivações que Colera descobre no game.


Mundo
O game é um mundo aberto, mas que possa ser explorado livremente com o personagem conforme ele vai adquirindo os equipamentos e poderes no jogo, ela consegue acessar novas áreas onde anteriormente ela não conseguia acessar, Colera passa por diversos lugares onde não existe mais vida somente destruição e inimigos, lugares como cavernas, estações de metrô, esgotos, cidades devastadas entre outros locais.





Combate


O combate do game no inicio ele é complicado pois é um game com uma mecânica parecida com Dark Souls só que mais rápido, porém posso dizer que os inimigos são difíceis para se matar pois exige uma estratégia do jogador, para atacar e se esquivar no momento certo. O game não tem botão de defesa, e isso aumenta a dificuldade, pois dependendo do inimigo você tomando 2 golpes é morte na certa e tudo que você coletou antes do checkpoint acaba perdendo, e para recuperar o jogador precisará retornar no ponto onde morreu, derrotar o inimigo e assim conseguir coletar todos itens novamente ao seu inventário. Aconselho não vacilar nos ataques e esquivas, pois morrendo além de perder tudo, o jogador retorna no ultimo ponto que salvou que por sinal é longe dependendo onde morreu.
Os Boss do jogo são um desafio tremendo que requer um bom equipamento e planejar uma estratégia para destruí-los, há boss que sinceramente faz você perder a paciência rsrsrs pois quando eles estão próximos de morrer, mudam a forma de atacar e ficam mais rápidos, as vezes quando está prestes a vencê-lo o jogador pode ser surpreendido e assim com  um simples golpe você acaba morrendo.

Colera possui 4 poderes que você utiliza em determinadas situações, os poderes são: Fogo, Raio, Gelo e Gravidade.

Aspectos técnicos (áudio, gráficos, movimentos, performance)


Darksiders 3 é um game que você jogando e vendo seus gráficos seria um jogo que rodaria normalmente nos consoles da geração antiga PS3 e Xbox360, mas por conta da crise da THQ na época e a sua venda, o game acabou não sendo lançado, porém com a THQ sendo renovada se formando como THQ Nordic os mesmo decidiram dar continuidade na serie Darksiders e dar muita alegria aos fãs da série.
O game apresenta falhas no áudio em alguns momentos do jogo, quando pelo mundo toca uma música de repente para, quando você no mesmo local a música não toca, a legenda em português ela acontece algumas falhas pois em alguns momentos o dialogo ele mistura o português com inglês mostrando que a equipe fez a tradução deixou alguns trechos inacabados até mesmo no menu do personagem onde  alguns itens estão em inglês e outros em português, isso é frustrante pra quem esta jogando tanto para entendimento da história como pra quem esta analisando se o item é necessário naquele momento.
Quando o personagem anda pelo mundo o cenário começa a renderizar no fundo fora que quando o jogador chega em um determinado local o personagem para e o cenário começa a carregar isso sempre que o cenário é amplo acontece do começo ao fim, alguns podem se sentir incomodado, ainda mais se você morreu diversas vezes que é normal nesse jogo e o game apresenta essas falhas onde pode acarretar a gerar mais stress do jogador.
A performance do game rodou bem durante a minha campanha tirando a questão de renderizar  o cenário enquanto caminha dependendo do local que for cenário amplo, o loading no meio do caminho onde o personagem esta passando naquele momento, não tive problemas que estragassem totalmente a minha experiência no jogo.

Conclusão


Darksiders 3 é o game que os fãs das antigas e os novos que jogaram os Remasters que saíram nessa geração e gostaram, esperaram anos para a continuação que finalmente chegou, a quase certo que terá no mínimo mais 2 jogos da série para concluir a história, pois ainda resta contar a história do último personagem a ser apresentado ao público, por conta que o final do game deixa você na expectativa do próxima aventura, já vou adiantando que o game tem cenas pós credito ao estilo filmes da Marvel rsrsrsrs.
O game esta com nota no metracritic de 6,3 no PS4 pela mídia por sinal achei pesada essa nota, pois o game não é ruim como algumas da mídia classificaram, e a pontuação do usuário no caso o gamer que vai na loja e compra a média final ficou no 7,5 que é uma nota boa pelo que o game tem a oferecer com uma história boa com reviravoltas e um gameplay Hack’Slash desafiador.
 Eu finalizei com 21 horas de jogo completando 63% dos troféus conquistados no PS4 na dificuldade Normal, pois é galera no normal já um desafio imagina em um nível superior rsrsrs, o meu veredito eu dou uma (nota 7) considero bom, recomendo a galera que gosta de Hack’Slash e desafios estilo Dark Souls.

Quero agradecer a SHOP B por ter disponibilizado esse game para análise e pelo processo de envio e atendimento a nossa Equipe Mundo dos Games, vou deixar o link abaixo do site para galera  que tem interesse nesse game e queira adquirir além de outros jogos já lançados de todas as plataformas da atualidade, é uma loja que recomendo galera é muito boa, não só nos indicamos, mas ela tem anúncios em revistas e Youtubers que compram jogos nessa loja pela qualidade no atendimento e variedade de jogos.

Galera eu vou ficando por aqui espero que vocês tenham gostado da análise deixe seu comentário, 2019 apenas só começou e muitas coisas boas estão por vim de jogos esse ano, continue acompanhando nosso Blog Mundo dos Games, nos vemos no próximo artigo... até mais!! Tchau tchau.











Comentários

Postagens mais vistas

Como foi 1° Dia de Brasil Game Show (Imprensa) ?

Dicas de filmes sobre empreendedorismo – Parte II

ROCKFEST, o verdadeiro festival de Rock ‘N’ Roll!

M.G.: Marvel's Avengers - Novo Game da Square Enix

FILMES: VENTOS DA LIBERDADE