M.B.S.: CONFLITOS NOS RELACIONAMENTOS PODEM TRAZER PREJUÍZOS

Ola caro leitores, tudo bom? Hoje trago a todos, um artigo escrito pela nossa amiga Regiane Kiiro ela é Life Coach, Analista Comportamental, Pós Graduanda em Terapia Familiar Sistêmica e Idealizadora do Projeto “Eu Quero Recomeçar”

Espero que gostem do artigo.


________________________________________________________________
23/07/2018



Relacionamentos sempre são desafiadores, começando pela relação de nos conhecermos, depois a relação que temos com os nossos pais, em seguida a relação que temos com outros (amigos, namorados, casamentos, filhos, profissional).

Muitas vezes podemos ter uma ou até mais relações conflituosas, e como definimos que estamos em uma relação de conflito?

Quando há uma profunda falta de entendimento entre duas ou mais partes, e nem sempre representa um estado permanente, mas um ponto de partida para um entendimento, principalmente quando encarado da perspectiva de uma conhecida primícia que diz “alguém tem que ceder nesta história”.

Mas ceder é uma grande dificuldade. Estamos acostumados a querer receber, e não a dar. Queremos sempre sair das relações sendo favorecidos, tendo retorno, sempre ganhando e sendo atendidos nas nossas expectativas, mas, em conflitos e na vida sempre precisamos partir deste entendimento de que há situações onde precisaremos ceder.

A frase que mais se encaixa neste contexto é:
“você quer ser feliz ou quer ter razão?”.

Esta é uma pergunta que você precisa refletir e responder pra si mesmo!

Como fica uma relação onde queremos que só o outro submeta-se as nossas expectativas ou ordens?

Com certeza, será uma relação de conflito eterno, e esta relação não irá se perpetuar.

Há quem pense que conflitos ocorrem quando exitem gritos, violência verbal ou até mesmo física, porém, a falta de dialogo, algumas atitudes ou a falta delas também significam uma relação de conflitos. Há algo que precisa ser resolvido.

Precisamos sempre ponderar os perfis comportamentais, não somos seres feitos em série, cada um  de nós temos nossos temperamentos, valores, caráter, forma de pensar e de reagir. Portanto há necessidade de ter o mínimo de conhecimento a respeito da pessoa com quem nos relacionamos.

A medida que conhecemos o outro, saberemos nos posicionar e respeitar a posição da outra pessoa. Isto vale para todos os tipos de relação: profissional, conjugal, familiar, e social.

Um passo que você pode tomar para solucionar um conflito, é buscar o que existe de positivo na relação.
O que acontece nela que faz sentir-se bem? Quais são os benefícios que esta relação te proporciona? Pontue todas elas.

  
Pergunte a si mesmo:
O que mudou na relação? Quando mudou? O que será que aconteceu para chegar neste ponto de desentendimento? 
Reflita sobre o assunto.

Você é capaz de voltar na história e rever esta situação para começar a entender qual é a sua parcela de comprometimento neste problema. 

Será que as suas atitudes têm provocado um desgaste na relação?

Pense sobre todas estas coisas de forma racional e se você conseguir chegar a conclusão de que tem parte no problema, você precisará reverter esta situação. Você precisa assumir a sua responsabilidade neste contexto e buscar de uma forma estratégica a solução. Pois, quando os conflitos não são resolvidos e se instalam de uma forma permanente as pessoas envolvidas adoecem emocionalmente. A doença emocional traz prejuízos enormes em todas as áreas de nossas vidas, daí a importância de ter relacionamentos saudáveis, seja, profissional, conjugal, familiar e social.

Quantas empresas, se desfazem por conta de conflitos não resolvidos?

Quantos colaboradores que antes eram produtivos, passam a se ausentarem do trabalho ou até mesmo aposentam por conta de problemas relacionados com o emocional, ou doenças físicas?

Conviver em um ambiente conflituoso, contencioso podem deixar sua mente tão perturbada, que faz com que perda a direção de seus planos, projetos e sua própria vida.

Precisamos obter hábitos positivos, e fazer os ambientes mais leves. Temos que fazer pequenas mudanças que vão gerar mudanças nas pessoas ao nosso redor.

Existe uma frase que diz:
“Quer mudar o mundo? Comece a mudança por você!”.

Quando você muda, tudo em sua volta muda também! Observe isso, e pratique todos os dias pequenas atitudes que causam impacto positivo.

Os ambientes corporativos são extremamente estressantes, não entre na tempestade de outras pessoas, faça com que as pessoas entrem na sua paz.
Os desafios precisam ser encarados de forma a te trazer ânimo para continuar e não para paralisar.

Procure sempre resolver os conflitos por mais pequenos que sejam.

Pratique os bons pensamentos, e tenha boas atitudes, desta forma você irá bem na sua vida, nos seus relacionamentos e assim será feliz!
__________________________________________________________________________

Deixem seus comentários a baixo. Abraços.

Comentários

Postagens mais vistas

Como foi 1° Dia de Brasil Game Show (Imprensa) ?

Dicas de filmes sobre empreendedorismo – Parte II

ROCKFEST, o verdadeiro festival de Rock ‘N’ Roll!

M.G.: Marvel's Avengers - Novo Game da Square Enix

FILMES: VENTOS DA LIBERDADE