O que é Startup?



Você quer ser empreendedor pois tem um dinheiro reservado e quer investir?, tem uma ideia de negócio e quer usar essa oportunidade?, pare e pense, pois, ser empreendedor não é fácil.

Empreender, sobretudo, significa andar pelos próprios pés e rumo a um caminho desconhecido!

Startup é um termo que está na moda e empreender virou o sonho de muita gente, tanto no Brasil quanto fora dele. Em pesquisa rápida pela internet, alguns termos insistiram em aparecer nas definições de empreendedorismo:

Autonomia: Esse é um dos principais motivos pelos quais as pessoas abandonam seus empregos e se tornam empreendedores. Trata-se da capacidade de assumir a responsabilidade pelas suas decisões e a independência na definição de seu sucesso.

Dedicação: Não existe empreendedorismo sem comprometimento e determinação. Sabe aquela história de apenas 10% de inspiração de 90% de transpiração?

Risco: Não existe nenhum cenário em que o empreendedor não assuma algum tipo de risco. Muitas pessoas bem-sucedidas creditam o seu aprendizado e a sua evolução à capacidade de assumir riscos, de aprender com os erros e de perseverar a cada ocasião.

A questão é: empreender, sobretudo, significa andar pelos próprios pés e rumo a um caminho desconhecido. É ser autônomo e dedicado o suficiente para assumir um risco e bancá-lo. E isso dá um medo danado, requer toda uma reestruturação de mentalidade, hábitos e costumes.

Por fim, um último elemento fundamental para essa definição: valor.

Note que em nenhuma parte do texto foram usadas as palavras “empresa” ou “negócios”. Isso porque não diz respeito apenas sobre os negócios. É necessário ampliar o conceito de empreendedorismo para além do negócio próprio e usá-lo como uma ferramenta que gere valor para a sociedade.

Mas então, o que empreendedorismo tem a ver com o termo startups?

A utilização do termo começou durante a crise das empresas ponto-com, entre 1996 e 2001, quando foi formada uma bolha especulativa caracterizada pela alta das ações das novas empresas de tecnologia da informação e comunicação alocadas no espaço da Internet. A Bolha da Internet, como ficou comumente conhecida, adotou e começou a utilizar o termo startup, que até então apenas significava um grupo de pessoas trabalhando por uma ideia diferente e com potencial de fazer dinheiro. Além disso, startup, na etimologia da palavra, também sempre foi sinônimo de iniciar algo e colocá-lo em funcionamento.

Entretanto, há bastante espaço para discussão e interpretação do significado real do que é uma startup. Muitas pessoas dizem que qualquer pequena empresa em seu período inicial pode ser considerada uma startup. Outros defendem que uma startup é uma empresa com custos de manutenção muito baixos, mas que consegue crescer rapidamente e gerar lucros cada vez maiores. Há ainda quem diga que a “tia do cachorro-quente” é um startup e uma franquia de lanches é uma empresa. Se desmembrando a palavra, como dito anteriormente, chegamos ao ato de iniciar algo.

Ah então seria todo empreendimento um dia uma startup?

Há uma definição que parece sanar da melhor maneira possível essas pontas soltas e diferentes interpretações que continuam a rodar pela boca do povo: uma startup é um grupo de pessoas de perfil de empreendedor à procura de um modelo de negócios repetível e escalável, normalmente apresentado em um cenário de incertezas e questões.

Então a conclusão é:

Startup é diferente de um Business Plan (Plano de Negócio).

Espero que tenham gostado. Até a próxima.


Autor: Eddie

Comentários

Postagens mais vistas

Como foi 1° Dia de Brasil Game Show (Imprensa) ?

Dicas de filmes sobre empreendedorismo – Parte II

ROCKFEST, o verdadeiro festival de Rock ‘N’ Roll!

M.G.: Marvel's Avengers - Novo Game da Square Enix

FILMES: VENTOS DA LIBERDADE